segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Cascavel

Menor que ficou paraplégica após ser alvejada a tiros presta depoimento à polícia

22 Oct 21 - 15h23 Atualizado 22 Oct 21 - 17h22 Juliet Manfrin

A adolescente Sarah Raquel esteve na tarde desta sexta-feira (22) na Delegacia de Homicídios de Cascavel para prestar depoimento.

A menor e o pai foram alvejados com disparos de arma de fogo no dia 7 de setembro passado no Parque dos Ipês, em Cascavel.

O pai dela, Alex Nunes de Carvalho, de 40 anos, morreu na hora.

O crime foi registrado em plena luz do dia e pode ter sido motivado porque o autor dos disparos queria, supostamente, ter um relacionamento amoroso com a menor e ela teria se recusado. Sarah e o pai estavam no carro quando foram surpreendidos pelo atirador que segue preso.

Sarah ficou por cerca de duas semanas internada, com ferimentos graves e ficou7 paraplégica.


Relembre o caso

Pai e filha estavam dentro de um carro parado em via pública no Loteamento Parque dos Ipês  na tarde do dia 7 de Setembro, quando o atirador para com o carro ao lado, desce e inicia uma discussão. 

Ele efetua disparos que atingem de maneira mortal Alex e ferem Sarah. Alex morreu na hora.

O atirador fugiu e se apresentou à polícia alguns dias depois. Logo após sua apresentação, ele foi preso por cumprimento de mandado. Acredita-se que o crime tenha sido passional. Informações preliminares indicavam que ele teria tentado um envolvimento com a menor, que teria recusado pelo fato de ele ser casado e ele não teria aceito a condição. O atirador nega essa motivação e diz que foi ameaçado pelo pai de Sarah e que agiu por impulso para revidar uma ameaça. Ele segue preso.


Envie sugestões de Pautas ou Fotos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você.
Entre no nosso grupo do WhatsApp: Clicando Aqui

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.