Petrobras continuará a contratar equipes de contingência

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, disse, hoje (14), que a empresa vai continuar a contratação de equipes de contingência, se houver necessidade, para garantir a produção de petróleo e gás durante a greve dos petroleiros. A estatal não informou quantas equipes já foram contratadas.

Segundo Castello Branco, o plano de contingência vai durar até que termine a greve. “O tempo que for necessário. Enquanto durar a greve o plano de contingência funciona”.

A paralisação dos petroleiros começou no dia 1 de fevereiro, mas segundo o presidente da estatal, a produção não sofreu impacto. “Nenhuma gota de petróleo deixou de ser produzida”, garantiu.

O movimento contesta as mil demissões feitas pela Petrobras na Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen-PR). Os petroleiros dizem que a estatal não respeita o acordo coletivo de trabalho.

Os petroleiros criticam também a mudança, por parte da Petrobras, da tabela de turnos ininterruptos dos trabalhadores com revezamento, em todo o país, sem que houvesse discussão com as lideranças sindicais.

Castello Branco deu as declarações na saída do Hotel Fairmont, em Copacabana, onde participou de uma reunião. Ele não informou com quem se reuniu.

O executivo da Petrobras negou que tenha se encontrado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, que também está no hotel para um compromisso de agenda no encontro do GRI Club Meeting: Perspectivas Econômicas para 2020, que reúne empresários. “Não vim para o Paulo Guedes, não. Vim para uma reunião aqui. Foi pura coincidência”, disse.

Via: EBC - Foto: Geraldo Falcão

Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você. (45) 9.9122-3773 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.