Fevereiro sangrento: 3 das 4 mortes violentas foram nesta semana

A semana termina em Cascavel exatamente como começou: sangrenta. Das 4 mortes violentas do mês de fevereiro, 3 foram somente nesta semana, sendo dois homicídios e uma que pode ser enquadrada como latrocínio, essa última registrada nesta sexta-feira.
Há ainda, a agressão sofrida por um homem de 45 anos nesta tarde, atacado a golpes de foice e marteladas. A briga foi em um bar na rua Europa, no bairro Morumbi.
O homem foi levado em estado grave para o Hospital Universitário, em Cascavel. Segundo testemunhas, autor e vítima bebiam juntos, mas não eram amigos, quando um deles foi até uma caixa de ferramentas que estava no estabelecimento, pegou uma espécie de machadinha e atacou o rapaz que não o teria provocado. Após separados por populares, o agressor pegou um martelo atingindo a vítima na cabeça. O suspeito, com sinais visíveis de embriaguez, foi preso em flagrante pela Polícia.

Duas mortes só nesta sexta
Vale destacar que somente nesta sexta, foram dois assassinatos em Cascavel, condição que não se via desde o ano de 2012, considerado um dos mais violentos da história do município.
A primeira morte foi ainda na madrugada, no loteamento Parque dos Ipês, no bairro Esmeralda. Assim como a vítima da última segunda-feira, que foi atingida por mais de 20 tiros, o assassinato de hoje foi marcado por múltiplos tiros de pistola. O caso segue em investigação.

Latrocínio com sinais de estupro e bebê sufocando
A situação mais chocante do dia foi o da morte de Andressa de Lima, de 26 anos.
Um homem, que segue sendo procurado pela Polícia Militar, andava próximo a casas na área rural de Cascavel, conhecida como Vila Cajati. Em entrevista coletiva à imprensa, o tenente da PM Felipe Malheiros afirmou que populares relataram ter visto um homem andando pela vizinhança, mas ninguém o conhecia.
Viram, inclusive, o momento em que ele conversava com Andressa, até que ambos sumiram. Algum tempo depois, acionaram a polícia relatando que a mulher estava morta dentro de casa. Ela foi atacada a golpes de faca e há suspeita de que tenha sido violentada sexualmente. Exames periciais deverão comprovar ou descartar essa situação. A PM também identificou que um ferro de passar roupas estava sem o fio, devendo ser apurado se o utensílio também foi usado no crime.
O marido de Andressa estava trabalhando no momento em que tudo aconteceu e, por pouco, a tragédia não foi ainda maior.
Durante as buscas dentro da residência, os policiais localizaram um bebê, um menino, de apenas 10 meses sufocando debaixo dos cobertores.
A estimativa é que o homem tenha tentado sufocar a criança, ou para matá-la ou para abafar o choro. Só os exames deverão revelar se a criança foi abusada sexualmente.
Várias equipes da PM seguem em busca do suspeito, com uso de cães farejadores e drone.
Moradores próximos à residência onde a tragédia foi registrada, disseram que todas as vezes que alguém se aproximava do suspeito enquanto rondava a vizinhança, baixava o rosto para não ser identificado. Ele usava camiseta preta e boné azul.
O caso está sendo tratado, num primeiro momento, como latrocínio já que o autor tentou levar um carro da família, mas acabou batendo ainda na garagem da propriedade ainda abandonando-o no local. O celular da vítima foi levado.

Um mês preocupante
O mês de fevereiro está apenas na metade, mas já se caracteriza como o mais violento dos últimos anos. Do dia 1º até a metade do mês de fevereiro do ano passado, por exemplo, apenas uma morte violenta havia sido registrada em Cascavel. Neste mês já são 4.

A marteladas
A primeira das vítimas em fevereiro trata-se de um homem morto a marteladas há pouco mais de duas semanas no Brazmadeira. A briga foi registrada dentro da residência onde ele morava, onde ele acabou morrendo. O corpo só foi localizado no dia seguinte dos fatos.

Múltiplos tiros
Os outros 3 casos foram todos nesta semana. A segunda morte violenta do mês foi o homicídio registrado na última segunda-feira, no bairro Interlagos. Um rapaz foi alvejado por mais de 20 tiros em via pública em plena luz do dia. As outras duas mortes foram as registradas nesta sexta-feira.

Via: Redação/Juliet Manfrin- Foto: Aílton SantosP24

Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você. (45) 9.9122-3773 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.