Mortes violentas em Cascavel aumentam 500% em janeiro

Bem diferente de janeiro de 2019, o primeiro mês de 2020 se despede nesta sexta-feira (31) com uma marca preocupante: o aumento expressivo das mortes violentas. Enquanto o primeiro mês do ano passado fechou como o menos sangrento desde 2005, quando os números passaram a ser monitorados, desta vez o ciclo se fecha, e se nada mudar até o fim do dia, como o mais violento desde janeiro de 2017 com saldo de 6 óbitos, elevação de 500% se comparado com o mesmo período do ano passado.

Em janeiro de 2019 Cascavel havia registrado uma única morte violenta. Tratava-se do feminicídio de Solange Fátima de Andrade, assassinada pelo marido Israel da Silva Rodrigues Barbosa no dia 13 daquele mês.

Desta vez são 6, mas a estatística ainda pode subir se ficaram confirmadas dois óbitos suspeitos que seguem em investigação – a de um preso que estava na carceragem do Depen, na cadeia pública de Cascavel e foi encontrado morto no dia 5 deste mês e a de um jovem encontrado morto no lago do Ecopark, na região oeste da cidade, no dia 8.

Se a comparação for com janeiro de 2018, o avanço agora foi de 100%, já que naquele período haviam sido registradas 3 mortes violentas. O dado agora só não é maior que o de janeiro de 2017, quando foram 10 casos.

Perfil das mortes
Diferente do que se via há alguns anos, quando o maior número de assassinatos ocorria por acerto de contas geralmente envolvendo drogas, o perfil agora é outro. São crimes passionais, desavenças familiares e intolerância, geralmente praticados com armas brancas, ou seja, a golpes de facada.
Neste ano, as brigas familiares ocupam um lugar importante nas estatísticas.

Característica 
Em janeiro de 2019 Cascavel havia um feminicídio como morte violenta naquele mês, desta vez há, além de um feminicídio,  duas mortes em confronto com a polícia e 3 homicídios.
Além dos atos consumados, há um número elevado de tentativas. Somente nas duas últimas semanas foram pelo menos 5, duas delas somente na manhã desta sexta-feira.
Considerando as mortes consumadas e as tentativas, o maior número de casos, mais da metade, está na região oeste, no entorno ou no bairro Santa Cruz. Vale lembrar que em novembro de 2018 foi inaugurado pelo Governo do Estado uma UPS (Unidade Paraná Seguro) naquela região.

Relembre as mortes 

05/01
caso ainda em investigação
Homem é encontrado morto na cela da cadeia pública de Cascavel. Valdeci de Paula Gusmão, de 45 anos, estava preso sob a sustentação da Lei Maria da Penha e informações preliminares indicavam que ele havia sido agredido no chamado corro. Ainda não foi confirmada se a causa da morte foram as agressões.

07/01
Homem foi encontrado morto, a facadas, na rua Tupinambás, no Bairro Santa Cruz. Seu corpo estava em uma calçada e foi localizado por um morador do entorno. No dia seguinte a Delegacia de Homicídios esclareceu que a possível motivação seria um assédio cometido pela vítima a uma jovem.
Ele oi foi identificado como Antonio Marcos Americano Santos, de 40 anos.

08/01
caso ainda em investigação
Um corpo foi localizado no lago do Ecopark oeste, no bairro Santa Cruz em Cascavel. Moradores e trabalhadores viram o corpo na água por volta do meio-dia. André Ferreira da Silva Matos, de 22 anos era travesti e ainda não foi divulgada a causa de sua morte.

11/01
Wilson José de Ramos, de 57 anos, foi encontrado morto dentro da própria residência, no bairro Cascavel Velho. A Delegacia de Homicídios prendeu no mesmo dia o suspeito. Trata-se do genro da vítima que disse ter espancado o sogro levando dinheiro, cartão de crédito e o celular da vítima.

14/01
Dois morreram em confronto com a polícia na área rural de Cascavel, na estrada Rio da Paz, na localidade de Jangadinha. Segundo a polícia, eles se envolveram no roubo de uma caminhonete no interior de Capitão Leônidas Marques e fugiam com o veículo, que pertencia a um casal de idosos, por estradas rurais. Ainda de acordo com a polícia, eles reagiram à abordagem e acabaram mortos. Participaram da ação a Polícia Militar, a Policia Rodoviária Federal e a Patrulha Rural da Guarda Municipal.

18/01
Uma briga entre irmãos terminou em tragédia no Santo Onofre, região oeste de Cascavel.
Clemar Barrozo, de 28 anos, foi assassinado a facadas pelo próprio irmão Claudemir Barrozo, de 39 anos que também foi alvejado pela vítima, na altura da perna.
O autor alegou legítima defesa, mas desferiu 19 facadas contra o irmão. Vizinhos relataram que as brigas entre ambos eram requentes.

28/01 
O primeiro feminicídio do ano foi registrado no bairro Santa Cruz.
Um homem foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Homicídios após matar a facadas uma mulher de 59 anos com quem teria um relacionamento. No mesmo ato em que matou a pessoa com quem tinha um relacionado, o suspeito atingiu a facadas a amiga dela, que estava com a vítima em sua residência. Ele segue preso.

Três casos nesta sexta-feira
Somente nas duas últimas semanas foram registradas em Cascavel ao menos 6 tentativas de homicídio. As três mais recentes – incluindo agressão corporal com ferimentos graves – ocorreram nesta sexta-feira.  A primeira foi pela manhã, quando um idoso de 66 anos foi baleado em um bar no Paulo Godoy, região oeste de Cascavel.

Ele estava em um bar jogando baralho quando foi alvejado. Porém, não seria o alvo dos atiradores. O idoso segue internado no HU e os suspeitos ainda não foram presos. A motivação ainda é investigada.
Pouco tempo depois, o Siate foi acionado para atender mais uma vítima de disparo de arma de fogo, desta vez no bairro Floresta, região norte.

Testemunhas relataram que o homem foi chamado à porta de casa e alvejado pó um tiro. O disparo o atingiu na região da cintura, mas ele não corre risco à vida. A vítima foi identificada como Anderson Silas da Silva e foi para a UPA Brasília. O autor do disparo segue sendo procurado.

A ocorrência mais recente envolveu duas vítimas de agressão nesta tarde em um bar no bairro São Cristóvão. Ao menos uma delas tinha ferimentos considerados bastante graves. Elas foram socorridas pelo Siate e enviadas para atendimento médico.

Via: Redação/Juliet Manfrin- Foto: Aílton Santos /P24

Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você. (45) 9.9122-3773 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.