Coronavírus: Secretaria Municipal de Saúde alerta para cuidados

Em função do expressivo aumento do número de casos de pessoas infectada pelo novo coronavírus (2019-nCoV), a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou emergência de saúde pública internacional. Esse tipo de ação ocorre quando uma doença se alastra rapidamente e supera as fronteiras do país em que se iniciou. Nesse caso, a China.

O Paraná já registrou três casos suspeitos da doença, no entanto, dois já foram descartados. Já Cascavel não teve registro de pacientes com o vírus. No entanto, a Divisão de Vigilância Epidemiológica do Município já está se antecipando para evitar qualquer risco.

Na tarde desta quinta-feira (30) foi realizada uma reunião com técnicos da organização do Show Rural Coopavel e também com a gerência do Aeroporto Municipal de Cascavel em que o tema foi o coronavírus. Conforme a diretora de Vigilância em Saúde, Beatriz Tambosi, o objetivo foi repassar orientações caso desembarque algum passageiro e/ou visitante do Show Rural que apresente sintomas respiratórios e se enquadre na definição de caso suspeito. “A Secretaria de Saúde dispõe dos equipamentos de proteção individual, que são recomendados para os funcionários, e está preparada para atender casos suspeitos. Só estamos aguardando uma definição do Estado sobre o hospital de referência, o que deve ser definido nas próximas horas”, resume.

Outra ação prevista é uma reunião de orientação aos profissionais de saúde do Município, o que deverá ocorrer já na próxima semana.

A Secretaria de Saúde ressalta a importância de ter alguns cuidados básicos para evitar a contaminação. Confira:

    A melhor maneira de prevenção é evitar ser exposto ao vírus por meio das seguintes medidas:
    Manter ambientes bem ventilados;
    • Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
    • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, copos, garrafas;
    • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas; • Evitar contato próximo com pessoas doentes;
    • Ficar em casa quando estiver doente;
    • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar, preferencialmente com um lenço de papel e jogar no lixo;
    • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência;
    • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais em fazendas ou criações;
    • Procurar assistência médica, se apresentar febre e sintomas respiratórios e ter viajado para área de transmissão ou ter tido contato com caso suspeito ou confirmado, nos últimos 14 dias antes do início dos sintomas.

SINTOMAS
O novo coronavírus, em humanos, pode causar doenças respiratórias como um resfriado comum até quadros mais graves de pneumonia. Os principais sintomas são febre, tosse e dificuldade respiratória. Em alguns pacientes a febre pode não estar presente, como por exemplo, idosos e pessoas imunodeprimidas.

Conforme a diretora de Vigilância em Saúde, Beatriz Tambosi, em caso de qualquer sintoma, é imprescindível notificar a equipe de Saúde.  “A pessoa que apresentar sintomas respiratórios, febre acompanhada de tosse, dificuldade para respirar e que nos últimos 14 dias esteve em viagem para a China ou esteve em contato com algum caso suspeito de coronavírus, ou ainda, que esteve em contato com algum caso confirmado de coronavírus, precisa procurar a unidade de saúde e fazer esse relato. O profissional de saúde vai desencadear as medidas, incluindo o isolamento. É importante que esse paciente adote medidas de precaução: evite locais aglomerados, faça uso de álcool gel para lavagem das mãos, mantenha o ambiente ventilado, todos àqueles cuidados que a gente tem com o vírus da Influenza”, ressalta.

Em humanos, o coronavírus pode ser transmitido, principalmente pelas gotículas respiratórias por meio da tosse, espirros e contato com superfícies e objetos contaminados com o vírus, como ocorre com outros vírus respiratórios. O período de transmissão é, em média, sete dias após o início dos sintomas. Entretanto, novos estudos sugerem que a transmissão pode acontecer mesmo antes do aparecimento dos sintomas, mas ainda não se sabe quantos dias antes já ocorre essa transmissão. O período médio de incubação da infecção é de cinco dias, podendo chegar até 16 dias.

Tratamento
Não há um tratamento específico para infecções por esse vírus, no momento. Medicamentos antivirais estão sendo testados para encontrar um tratamento eficaz contra o Novo Coronavírus. Atualmente, ainda não existe vacina para prevenir a infecção.

Via: Redação/Portal do Municipio de Cascavel - Foto: Divulgação 

Envie sugestões de Pautas, Fotos ou Videos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você. (45) 9.9122-3773 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.