Saúde do trabalhador está em debate hoje em evento regional, no Auditório da Prefeitura

"Cuidar da vida e, da vida com qualidade, pois as pessoas são o maior patrimônio que temos". Com esta conclusão o prefeito Leonaldo Paranhos declarou aberto, nesta manhã (10), o 1º Seminário de Saúde do Trabalhador, que segue durante todo o dia de hoje no Auditório da Prefeitura de Cascavel debatendo com representantes da macrorregião de Cascavel, Toledo, Foz do Iguaçu, Pato Branco, Umuarama e Londrina.

Organizado pela Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador de Cascavel, o evento está focado na temática "A importância do controle social" e, segundo a representante do Conselho Estadual de Saúde, Palmira Soares Rangel, visa a um debate amplo não apenas para se evitar mortes no trabalho, mas sim para sensibilizar para uma visão ampla para o trabalhador "que não morre". "Aqueles que são vítimas fatais, chocam a sociedade; contudo, precisamos estar atentos e ver as mazelas daqueles que sofrem e estão vivos, no dia a dia também".

Essa preocupação vem ao encontro, segundo o prefeito, da filosofia que norteia o conceito de cidades inteligentes, mas que vão além de ser inovadoras e conectadas. "Nós, aqui, acreditamos que para ser inteligente, a cidade precisa antes de tudo ser humana, porque não basta fazer grandes obras, se elas não levam em conta o ser humano que irá utilizá-las; não basta construir grandes projetos sem a convicção de que os investimentos são para as pessoas. Não é possível que os investimentos tecnológicos substituam as pessoas, pois a nossa grande ferramenta ainda é o ser humano!"

Protagonismo social

A Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora PNSTT (Portaria MS nº 1.823/2012) reafirma a importância do protagonismo do controle social para as ações de saúde do trabalhador. O artigo 9º, item V, trata do estímulo à participação da comunidade, sindicatos, dos trabalhadores e do controle social.

E Cascavel é uma das primeiras cidades do Paraná a ter uma Divisão de Saúde do Trabalho no organograma da Secretaria de Saúde, como bem lembrou a diretora da Vigilância em Saúde, Beatriz Tambosi, "saindo na frente e fazendo jus à preocupação da administração municipal com a valorização do trabalhador".

A Visat foi criada com a reforma administrativa e implantada no ano passado com a função de investigar os casos notificados de acidentes relacionados ao trabalho, avaliar as condições de riscos ambientais nos locais e processos de trabalho e solicitar adequações quando necessário. Hoje conta com seis servidores. "Está atuante e comprometida e, em parceria com os sindicados, com a 10ª Regional de Saúde e demais órgãos, tem acatado as sugestões e críticas e buscado crescer, sempre avançando enquanto Município", disse Beatriz.

Este pioneirismo, segundo o secretário de Saúde, Thiago Stefanello, vem rendendo ao Município vários convites para exposição da experiência e da temática em outras regiões do Estado e do País, incluindo a capital, Brasília, tornando a cidade referência no setor. "É fundamental fortalecermos esta rede para prevenirmos doenças do trabalho e o vínculo entre o trabalhador e empregado tanto no serviço público como no privado, falando a mesma língua, dialogando e reduzindo o adoecimento inclusive mental. Esperamos que a experiência de Cascavel agregue não só ao nosso Município, mas também a toda a região que hoje aqui participa conosco".

Um evento, grandes palestras

A programação deste seminário é ampla, com palestras focadas em diversas esferas do trabalho, ministradas por promotores públicos, médicos da Vigilância em Saúde do Trabalhador e Epidemiológica, assistentes sociais, prevenção de acidentes do trabalho, acidentes e óbitos na construção civil, entre outros assuntos.

De acordo com o chefe da 10ª Regional de Saúde, João Gabriel Avanci, "são todos temas relevantes, que precisam ser aprofundados, uma vez que o trabalhador é sempre o alicerce da sociedade e de todas as relações sociais. E Cascavel está saindo na frente, com este primeiro seminário intersetorial, que enfoca a consciência e a importância do debate".

Nesta manhã a médica da Vigilância em Saúde do Trabalhador/ Vigilância Epidemiológica da Sesau, Maria Fernanda Ferreira falou sobre a atuação da Visat em Cascavel e a assistente social Silvia Albertini detalhou sobre a Saúde do Trabalhador no SUS. O procurador do Trabalho Renato Dal Ross, do Ministério Público do Trabalho de Cascavel, falou sobre a Prevenção de Acidentes e EPIs.

Programação desta tarde

- 13h30 às 14:20 horas - Atuação da Promotoria da Comarca de Cascavel - Saúde do Trabalhador em Cascavel-PR

Convidado - Dr Angelo Mazzuchi Santana Ferreira - Promotor de Justiça da Comarca de Cascavel, especialmente na área de proteção à saúde pública.

- 14h30 às 15h30 horas - Atuação do CISTT- CES/PR

Convidada - Olga Estefania Duarte Gomes Pereira - Enfermeira/Conselheira Estadual e Coordenadora da CISTT- CES/PR

- 15h40 às 16h10 horas  - Acidentes e Óbitos na Construção Civil

Convidado - Roberto Leal Americano - Presidente Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil de Cascavel e Região - SINTRIVEL

- 16h20 às 17h00 horas - Debate e Encerramento


Via: Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.9122-3773 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.