Incêndio atinge hospital no Rio e pacientes são retirados às pressas

Um incêndio de grandes proporções atingiu na noite desta quinta-feira (12) o Hospital Badim, da Rede d’Or, localizado na Rua São Francisco Xavier, no bairro do Maracanã, na zona norte do Rio de Janeiro. O fogo começou com um curto-circuito no Prédio 1 do hospital, o mais antigo do complexo, espalhando fumaça por todos os andares do edifício. Todos os pacientes do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) já foram retirados e estão recebendo os primeiros atendimentos na Rua Arthur Menezes, que faz esquina com a Rua São Francisco Xavier.

Neste momento, os pacientes do CTI 2, que tem 20 leitos, também estão sendo retirados do prédio. A fumaça tomou conta dos dois prédios e isso dificultou o trabalho de retirada dos pacientes pelo corpo clínico, devido ao forte cheiro de fumaça.

A direção do Hospital Badim informou que a equipe está empenhada em prestar os socorros necessários aos pacientes, que estão sendo transferidos para o Hospital Israelita Albert Sabin, na Tijuca, também na zona norte, e para os hospitais da Rede d’Or, da qual o Badim é associado.

Devido à grande quantidade de fumaça, os primeiros atendimentos são feitos na rua e também em uma creche que fica ao lado do hospital. Os bombeiros dos quartéis do Maracanã e da Tijuca estão prestando socorro às vítimas e trabalhando no combate ao fogo.

As ruas São Francisco Xavier e Artur Menezes estão interditadas ao tráfego de veículos para que as equipes de socorro possam trabalhar com mais rapidez.

Recentemente, a Rede d’Or inaugurou um prédio mais sofisticado do Hospital Badim, que fica ao lado da unidade antiga, com modernas instalações e equipamentos de última geração. Várias ambulâncias de outros hospitais da Rede d’Or se deslocaram para a Tijuca para auxiliar na transferência dos pacientes mais graves internados no Badim.

As equipes do Corpo de Bombeiros ainda não conseguiram controlar o incêndio, que começou pouco depois das 18h30.

12/09/2019 - 22:01 -  A assessoria da Rede d’Or, a qual o Badim é associado, confirmou que um paciente em estado grave morreu após deixar o prédio atingido pelo incêndio, devido à inalação de fumaça tóxica. A informação foi passada pelo Corpo de Bombeiros.

Depois da saída dos pacientes que podiam ser removidos de imediato, os bombeiros e as equipes de emergência começaram a evacuar os casos mais graves, a partir das 21h.

Grupos de médicos, enfermeiros e técnicos corriam pedindo passagem entre a multidão que se aglomerava em volta, incluindo parentes e amigos de pacientes. Os profissionais levavam equipamentos de sustentação, como monitores cardíacos e tubos de oxigênio.

Mais cedo, logo após a notícia de incêndio se espalhar pelos corredores, por volta das 17h, a Rua São Francisco Xavier se transformou em um ambulatório ao ar livre. Pacientes eram trazidos dos dois prédios do hospital e acomodados em colchões. Em seguida, eram levados para uma creche e para a garagem de um edifício, vizinhos ao hospital, ou transportados em ambulância para hospitais e clínicas vizinhos.




Via: Redação/Agência Brasil - Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.9122-3773 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.