Polícia Civil firma convênio e agiliza perícia de impressão digital

A Polícia Civil do Paraná firmou convênio com a Polícia Civil do estado de São Paulo para agilizar a perícia de impressão digital. A perícia é fundamental para identificar suspeitos e vítimas de crimes, além de pessoas desaparecidas. Se antes o resultado levava até duas semanas, agora em poucas horas já é possível confirmar se determinada pessoa é autora de um delito.

O sistema de Legitimação à Distância (Lead) foi criado pelo governo paulista e compartilha dados de São Paulo, Goiás, Rondônia, Sergipe e, agora, Paraná.

O delegado-geral da Polícia Civil do Paraná, Silvio Jacob Rockemback, afirma que o convênio terá um impacto direto na eficiência das investigações. “A iniciativa, com certeza, aumentará e muito o número de identificação de autores de crimes. Trata-se de uma medida inovadora que tem por finalidade aumentar os índices de solução de crimes e garantir maior efetividade às investigações conduzidas pela Polícia Civil do Paraná””, disse ele.

INTEGRAÇÃO - Atualmente existem 13,7 milhões registros de carteira de identidade paranaenses. Com o compartilhamento de dados dos outros quatro estados, o universo de pesquisa aumentará de forma acentuada. Somente o Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton, de São Paulo, possui 66,8 milhões de registros gerais.

Rockembach ressalta que a implementação do sistema Lead na Polícia Civil do Paraná é um avanço ao trabalho de polícia judiciária. “A implantação do sistema Lead na Polícia Civil do Paraná é uma inovação tecnológica, que servirá para integrar as bases de dados dos institutos de identificação das polícias civis do Paraná, São Paulo, Rondônia, Sergipe e Goiás, bem como outras que virão na sequência.”

RÁPIDO E SEGURO - Antes do sistema Lead ser compartilhado, a Polícia Civil do Paraná já fazia solicitações de confrontos datiloscópicos para outras polícias. Porém, não havia rapidez no retorno dos pedidos de identificação de suspeitos de crimes, de vítimas e de desaparecidos.

A partir do convênio, o sistema Lead permite o uso de uma plataforma segura entre as polícias civis dos cinco estados. Na própria interface, o servidor autentica digitalmente a assinatura, solicita a perícia de impressão digital e no mesmo dia recebe o laudo confirmando ou não a identidade suspeita.

O delegado Marcus Michelotto, diretor do Instituto de Identificação da Polícia Civil do Paraná, explica que o Lead traz diversos benefícios à troca de informações entre as polícias: boa resolução às impressões digitais, segurança e rapidez na emissão de laudos.

““Nesse sistema, o trâmite de digitais coletadas em cenas crime, de corpos, seguirá por um sistema seguro, criptografado e com assinatura digital de todos os envolvidos, dando sigilo e resposta rápida. É um avanço na comunicação de todos os institutos de identificação das Polícias Civis””, afirmou.


Via: Agência de Notícias do Paraná - Foto: Divulgação

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.