Realidade virtual ajuda a preparar empreendedores de startups para conquistar investidores e clientes

O Sebrae/PR iniciou em abril o Startup PR – Operação 2019, destinado a startups que já lançaram produtos, mas desejam profissionalizar a gestão, marketing, finanças e incrementar receitas. As 20 empresas participantes terão mais um atrativo nesse ano: a utilização da realidade virtual como ferramenta para aperfeiçoar os pitchs – que são apresentações rápidas e essenciais de um negócio com foco no interesse de um potencial cliente ou investidor.

A novidade surgiu em uma parceria com a startup paranaense Panic Lobster, que desenvolveu um software para óculos de realidade virtual que simula o ambiente destinado a uma apresentação para investidores.  A ferramenta simula com realismo um palco ou auditório com público e reações naturais, como movimentação física, comentários e ruídos como o movimento de uma cadeira ou um simples espirro. Situações que não são raras e podem comprometer uma apresentação. 

“Entre os processos de aperfeiçoamento de startups, está a etapa da apresentação para investidores, que é algo que pode fazer a diferença para o empreendedor”, afirma o consultor do Sebrae/PR, Vinícius Galindo de Mello.

Segundo o sócio da Panic Lobster, Thiago Gavassi, a solução busca evitar que empresas com potencial sejam prejudicas por conta de problemas nas apresentações a investidores e também como ferramentas de vendas.

“Percebemos que muitas startups tinham boas ideias, estavam bem estruturadas, mas não conseguiam entregar o esperado por falta de prática ou medo de falar em público, especialmente, quando ele é altamente qualificado, fator que aumenta a pressão sobre os empreendedores. Sem uma boa apresentação, algumas startups acabam perdendo oportunidades”, explica Gavassi.

A ferramenta será utilizada para que os mentores do Sebrae/PR possam verificar o que precisa ser melhorado. O empreendedor vai poder treinar pitchs, receber feedbacks e se preparar para falar com um potencial investidor ou cliente. Gavassi afirma que a empresa realizou testes com empreendedores no Vale do Silício antes da apresentação dos pitchs e que muitos deles tiveram uma boa curva de aprendizado. A empresa também se destacou no Festival Cannes Lions, realizado em junho do ano passado, pela produção de um vídeo em realidade virtual para divulgação do evento.

A Panic Lobster é a segunda startup da produtora Asteroide Filmes que, desde 2016, passou a investir em tecnologia e inovação. A empresa foi idealizada pelo Sebrae/PR, antigo cliente da Asteroide, a partir dos programas de formação de startups e no ano passado recebeu um investimento anjo de R$150 mil, além das assinaturas de serviços da Google e da Amazon. A tecnologia foi vista como uma oportunidade pelo Sebrae/PR que adquiriu a tecnologia e a utilizará no programa Operação.

“Enxergamos a tecnologia como um diferencial para os nossos clientes, realizamos alguns testes com ex-clientes e adquirimos os equipamentos. Em breve também pretendemos utilizar essa tecnologia em outros programas destinados a formação de empreendedores. O mais interessante é que estamos utilizando uma ferramenta criada pela startup que se desenvolveu dentro dos nossos programas para o segmento”, ressalta o consultor Vinicius Mello.

Além dos pitchs para investimentos e vendas, a ferramenta pode ser utilizada para exercícios de reuniões, palestras, treinamentos corporativos ou simplesmente para ajudar os profissionais a falarem em público. Entre os clientes da empresa estão o World Trade Center no Sul do país, que realiza consultorias a outras empresas, e profissionais liberais como fonoaudiólogos e professores.

Via: Redação/Assessoria Sebrae/PR - Foto: Adriano Oltramari

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.