Governador confirma R$ 32 milhões para a área da saúde

O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou nesta segunda-feira (25) o repasse de R$ 32 milhões para custear programas da área da saúde do Paraná. Os recursos serão destinados ao programa de apoio aos hospitais públicos e filantrópicos que atendem pelo SUS (Hospsus), programa de Qualificação da Atenção Primária à Saúde (Apsus), Samu, núcleos de apoio à saúde da família, incentivo de custeio à oncologia, centro de atenção psicossocial e política nacional de atenção integral à saúde das pessoas privadas de liberdade.

O anúncio foi feito durante a solenidade que formalizou a posse do médico Beto Preto na Secretaria de Estado da Saúde. Os recursos regularizam repasses que estavam defasados e serão repassados pelo Fundo Estadual para os Fundos Municipais de Saúde. Essas transferências, na modalidade Fundo a Fundo, estão sendo organizadas por meio da nova regra de financiamento, assinada pelo governador Ratinho Junior e pelo secretário Beto Preto na cerimônia de posse.

O governador afirmou que os recursos atendem necessidades de uma área prioritária para o Estado. “Temos parceria com hospitais filantrópicos, hospitais públicos municipais e estadual e, também, com as secretarias municipais de saúde para melhorar o primeiro atendimento, aquele das unidades básicas”, disse o governador. "Liberamos R$ 32 milhões para diversas áreas e equipamentos. Objetivo é poder realizar de forma constante e otimizar o dinheiro público”, destacou.

DEVER DE CASA – Uma nova portaria criou duas contas em cada município, uma de custeio e uma de investimento. Até então os municípios precisavam acessar várias contas para chegar até a liberação das verbas do Estado.

“Fizemos esse dever de casa. A partir da Resolução 74/2019 estamos colocando esse dinheiro à disposição dos prefeitos e de todas as entidades que se sustentam com esses recursos”, afirmou o secretário Beto Preto.

PRIORIDADES - Ratinho Junior afirmou que as diretrizes para a gestão são investimento em tecnologia, regionalização do atendimento e atenção prioritária às pessoas. “Essa é uma área extremamente importante. Temos o desafio de fazer com que a Saúde esteja mais próxima da população e regionalizar ainda mais o atendimento em especialidades. Esse é o grande problema de municípios: as pessoas têm que andar 100, 200, até 300 quilômetros para consultas”, declarou.

Ele afirmou que o Governo do Estado vai evitar o deslocamento excessivo de ambulâncias com a regionalização e buscará formas de integrar ainda mais os serviços.

“Temos que avançar naquilo que já foi feito e pensar em novas tecnologias para a Saúde. O secretário Beto Preto vem com esse desafio. Queremos inovar, repensar a máquina pública. O mundo se transformava a cada 100 anos. Hoje se transforma de ano em ano ou meses e temos que acompanhar”, afirmou.

TRANSPARÊNCIA E INTERAÇÃO – O secretário Beto Preto destacou a transparência como plataforma de interação com a população e a necessidade de melhorar os consórcios intermunicipais de saúde.

 “Vamos lutar pela construção de um sistema único de saúde que possa levar carinho e atendimento às pessoas, perto de onde elas moram. Vamos falar com transparência. Esse é o compromisso do governador. Vamos garantir serviços mais perto das casas das pessoas e criar uma rede de assistência para contemplar todas as regiões”, afirmou.

VACINAS - O secretário também destacou que o Governo do Estado trabalha para incentivar a vacinação em todas as faixas etárias. “Temos feito conversas com muito respeito com o governo federal. Estamos remanejando as regionais para que não falte aporte da imunização contra a meningite e outras doenças. Vacinar é um ato de amor. Vem aí a campanha da vacinação da gripe e é preciso colocar as cadernetas em dia.”

TRAJETÓRIA - Carlos Alberto Gebrin Preto tem 51 anos e é médico formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Tem especialidades em Medicina Nuclear (Instituto Rio Preto/SP); Medicina do Trabalho; Medicina do Trânsito (USP) e Medicina Legal e Perícias Médicas (Santa Casa de São Paulo). Foi prefeito de Apucarana e secretário municipal de Saúde da cidade. Também foi o primeiro Ouvidor Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS), no Ministério da Saúde.

Via: Redação/Agência de Noticias do Paraná - Foto: Divulgação 

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.