Agricultura urbana: parcerias rendem bons frutos e mais qualidade de vida para população

Buscar promover a autonomia da comunidade local, sensibilizando e mobilizando o cidadão com planejamento participativo, formação de agentes multiplicadores, geração de trabalho e renda, estabelecimento dos princípios de economia solidária, trabalho comunitário com espírito de cooperação e solidariedade, integração dos cultivadores do território com outros territórios, gerando renda e levando acesso à alimentação saudável e qualidade de vida a todos da comunidade são alguns dos objetivos do programa Agricultura Urbana". Este é o objetivo do Programa Agricultura Urbana desenvolvido pelo Governo Municipal junto à comunidade de Cascavel, através do Território Cidadão.

Na "horta do Linhão", no bairro Parque Verde, em parceira com o programa Cultivar Energia da Copel, um dos desafios foi atingir estes objetivos mesmo sem uma fonte de água no local. Desafio que vem sendo superado pela equipe técnica do programa e com o trabalho árduo dos cultivadores, que são moradores do bairro, que diariamente investem parte do seu tempo para cuidar do espaço.

Nesta quarta-feira (14), o gestor Territorial, José Carlos da Costa, o "Cocão", realizou visita ao local para de avaliar algumas mudanças nos procedimentos de cultivo que vem sendo aplicados pelos cultivadores com orientação da equipe técnica. E os resultados obtidos têm sido bastante satisfatórios com o aumento na produção de verduras, legumes e ervas aromáticas e medicinais.

"Pelo Programa de Agricultura Urbana, o Município ajuda no primeiro plantio, cedendo mudas, sementes, adubos e assistência técnica. A partir do momento que as famílias produzem o suficiente para a alimentação e revenda, cabe a elas a responsabilidade pela aquisição de novas sementes e mudas. Mas, o Município continua ajudando, caso seja necessário e mantém apoio técnico permanente para todos os cultivadores e hortas", completou Cocão.

"Esta horta tem transformado minha vida, sempre trabalhei cultivando a terra e dentro da cidade isto esta cada vez mais difícil. Aqui, além de um lugar pra cultivar perto da minha casa, encontrei também muito apoio e informação nova de como cuidar melhor daquilo que plantamos, agradeço ao prefeito Paranhos e todo equipe por implantar este programa tão bom para a cidade toda", destacou  João Firmino, um dos cultivadores da horta do Linhão.

 Mais uma colheita

As famílias de cultivadores e integrantes  da equipe do Território Cidadão, fizeram  hoje (14)  a colheita de verduras e legumes, prontos para o consumo e que foram cultivados na área de 6.550 metros quadrados. Lá foram plantados pepinos, pimenta, mamão, amendoim, mandioca, batata doce, feijão de vagem, feijão preto, algumas plantas de moringa oleífera, além das medicinais, canteiros de alface, rúcula, temperos e almeirão. Nesta horta cinco  pessoas  cuidam de toda a produção. São três aposentados e mais dois voluntários, moradores do bairro. "A produção da horta do linhão em princípio fica com as famílias para consumo próprio, mas o excedente eles podem doar ou fazer a comercialização desses produtos", explicou o técnico agrícola Patrick Tristacci.

De acordo com o Território Cidadão, os resultados com o programa são bastante positivos. "Faz pouco mais de dois anos que o projeto esta sendo executado, mas estamos vendo muitas mudanças com a agricultura urbana. Onde antes tinha lixo, entulho, mato alto e servia de esconderijo para criminosos e criadouro de ratos, baratas, mosquitos e cobras, hoje temos uma produção de alimentos trazendo mais qualidade de vida e nutrição para as famílias envolvidas. Algumas áreas foram mais difíceis de implantar, mas aos poucos a população vai abraçando a ideia e vendo que isso é muito bom para todos", observou o técnico agrícola, responsável pela assessoria.

Novas áreas

Aos poucos, a equipe do Programa Agricultura Urbana vai abrindo novas áreas para a inserção do programa. Há muitos espaços que precisam de cuidados, mas é preciso que a comunidade se envolva para que o projeto apresente bons resultados. Atualmente, são 34 hortas implantadas no município.

"Nosso trabalho é conjunto: Território Cidadão e população. Identificamos as áreas, buscamos informações referentes a utilidade pública e depois disso o Território nos ajuda mobilizando as famílias, envolvendo a comunidade para o processo de preparo do solo e adubação, até a parte do primeiro plantio", disse  Tristacci, reforçando que "sempre que alguém tiver interesse em fazer parte do programa, é só nos procurar no Território Cidadão que iremos fazer uma visita técnica e estudar a viabilidade da área, fazer uma análise do local, e se possível, iniciar os trabalhos de preparo do solo e adubação".


Via: Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.