José Henrique: Depois de anos, a comunidade volta a usufruir da escola de forma plena

Foi com uma verdadeira aula de História que os alunos da Escola Municipal José Henrique Teixeira, do Bairro Morumbi, deram as boas-vindas para a comunidade escolar e as autoridades que marcaram presença da entrega oficial da reforma da escola, na manhã desta sexta-feira (15).  A turma do 5º ano fez uma apresentação de voz e violão de uma paródia da música "Menino da Porteira", na qual detalharam a história da criação do município de Cascavel. A cada verso alunos e professores mostraram que naquela unidade escolar só o que faltava era um espaço físico adequado, já que alunos e professores desempenham os seus papéis de forma exemplar.

E o que faltava já não falta mais! Desde dezembro do ano passado a reforma geral da Escola José Henrique ficou pronta, pondo fim a uma espera de muitos anos. A Escola, que desde a fundação, na década de 70, não havia sido beneficiada com uma reforma geral até 2015, quando o projeto começou a ser executado. No entanto, a empreiteira, na época, abandonou a obra e o contrato acabou sendo findado, após um longo período de processos. A situação da estrutura, que já não era boa, ficou ainda mais difícil, mas finalmente no início de 2018, depois de uma nova licitação, a reforma tornou-se uma realidade.

O investimento de R$ 2,4 milhões agora está à disposição da comunidade escolar e são o reflexo do comprometimento da administração para com as pessoas. Quem reconheceu este compromisso e expressou este sentimento com poucas palavras foi a diretora da escola, Edileide Aparecida dos Santos Lima, que enalteceu o empenho do refeito Leonaldo Paranhos e da secretária de Educação Marcia Baldini. "Vocês vestiram a camisa e fizeram a diferença, mostraram que em pouco tempo pode se fazer muita coisa", afirmou.

A secretária de Educação, Márcia Baldini, lembrou da situação que a escola se encontrava no início de 2017 e o quanto foi trabalhoso finalizar o processo contra a primeira construtora para que uma nova licitação pudesse ser feita. Márcia também falou da alegria de ver desta vez um cenário bem diferente que o de 2 anos atrás. "Para nós é uma grande conquista! A gente percebe que é uma obra de qualidade! É uma escola feliz, que agora tem um ambiente alegre, que tem um quadro de funcionários muito bom", concluiu.

Para o prefeito Leonaldo Paranhos, a entrega desta obra representa mais um passo à frente no desafio de melhorar a estrutura das escolas e Cmeis da Rede Municipal. "Nós chegamos no início do nosso terceiro ano, com aproximadamente 50% do nosso compromisso saldado com a Educação", disse o prefeito, lembrando de que quando assumiu o governo se deparou com quase uma centena de escolas e Cmeis com algum tipo de intervenção na justiça por conta das condições dos prédios. A Escola José Henrique Teixeira era um destes casos.

De cara nova, a escola hoje atente 615 alunos e na próxima semana inicia também o atendimento em Tempo Integral para 228 alunos de turmas das pré-escola e do 1º ano. A Secretária de Educação também anunciou pela manhã, que além dos laboratórios de artes marciais, dança, e artes visuais e cênicas, os alunos da escola José Henrique Teixeira também terão acesso a aulas de robótica.

Compromisso
Durante a entrega oficial da reforma da Escola José Henrique Silveira, o prefeito Leonaldo Paranhos ganhou de presente da equipe da escola uma caneta. Simbolicamente, o prefeito utilizou o presente para firmar, diante da comunidade presente, mais dois compromissos com a estrutura de outras duas escolas da região. "Quando a gente ganha uma caneta, principalmente de uma professora, é sinal de que precisam continuar os investimentos. A caneta é sinal de assinatura e eu quero aqui, de forma muito responsável, assumir o compromisso da construção da escola Kelly e a reforma da Escola Divanete".

O projeto de construção de novas instalações da Escola Municipal Profª Kelly Christina Correa Trukane, também do Bairro Morumbi, foi encaminhado ao FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) em busca de convênio com o governo federal, no entanto o prefeito convocou os secretários e vereadoras presentes para que juntos assumissem o compromisso para com a construção da escola, que atualmente atende no antigo CAOM, em uma estrutura antiga e que não é adequada.

Já a Escola Municipal Divanete Alves Brito da Silva, do Bairro Periolo, é mais uma unidade que aguardava por uma reforma geral da estrutura, que também é bastante antiga.

Via: Redação/Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.