Investimentos em restaurantes populares beneficiam 20 mil pessoas

A Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento assinou nesta semana convênios para construir, modernizar ou equipar Restaurantes Populares nos municípios de Toledo, Umuarama e Paranavaí. O investimento do Governo do Estado é de R$ 7,5 milhões e beneficiará diretamente 20 mil pessoas. Os restaurantes servirão cardápio completo: arroz, feijão, guarnição, saladas e carne, além de sobremesa e suco.

Restaurante Popular é um estabelecimento administrado pelo poder público que produz e oferece refeições saudáveis, nutricionalmente balanceadas, originadas de processos seguros, servidas em locais apropriados e confortáveis, e comercializadas a preços acessíveis.

O consumo é destinado à população que se alimenta fora de casa, prioritariamente os extratos sociais mais vulneráveis. De acordo com o secretário estadual da Agricultura, George Hiraiwa, a população paranaense será beneficiada com importantes equipamentos de segurança alimentar. “É preciso lembrar que investimentos em prevenção garantem melhoria do bem-estar da população, ao mesmo tempo em que diminuem os gastos com tratamentos futuros decorrentes da falta de atenção à saúde”, diz.

“É preciso proporcionar o acesso à alimentação saudável, estimular hábitos alimentares saudáveis, incentivar a utilização de alimentos in natura e o abastecimento por meio da agricultura familiar, pois são premissas importantes para assegurar melhoria da qualidade de vida e promoção da saúde da população”, diz o diretor-geral da secretaria, Francisco Simioni.

De acordo com Valéria Nitsche, diretora do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (Desan), que executa o programa, o Restaurante Popular é um equipamento importante na área de segurança alimentar e nutricional. “A ação amplia a oferta de alimentos saudáveis à população mais vulnerável e, assim, garante o Direito Humano à Alimentação Adequada, meta do Desan, além de beneficiar agricultores familiares, que serão fornecedores”, disse.

CONVÊNIOS - Em Toledo, o projeto implantado gradativamente a partir de 2006 é composto pela Cozinha Social e por sete Restaurantes Populares que fornecem diariamente 2,5 mil refeições à população, além de 10,5 mil refeições 5 mil lanches para a alimentação escolar em 25 unidades municipais, atendendo aproximadamente 18 mil pessoas todos os dias.

Apesar das manutenções de rotina feitas pelo município, o desgaste pelo uso contínuo mostrou a necessidade de reforma da Cozinha Social, modernização dos restaurantes e reposição de equipamentos e utensílios. O projeto totalizará um investimento de R$ 1,5 milhão, sendo R$ 1,45 milhão do Estado e contrapartida de R$ 50 mil do município.

Umuarama vai construir, implantar e equipar um Restaurante Popular para fornecimento de mil refeições por dia, com investimento de R$ 3,9 milhões. Do montante, R$ 3,48 milhões são do Estado e a contrapartida do município é de R$ 420 mil.

O projeto de Paranavaí prevê construir, implantar e equipar um Restaurante Popular para fornecer diariamente 500 refeições destinadas à população em risco de insegurança alimentar e de baixo poder aquisitivo, contribuindo para a melhoria da qualidade da alimentação e da saúde deste público, além de atenuar as dificuldades financeiras dos extratos sociais mais vulneráveis. Serão destinados R$ 2,7 milhões. São R$ 2,5 milhões do Estado e contrapartida de R$ 142 mil do município.

O PROGRAMA – O objetivo é apoiar a implantação e a modernização de Restaurantes Populares, em municípios com no mínimo 80 mil habitantes, para produção e comercialização de refeições saudáveis a preços acessíveis. O suporte financeiro garantido pelo Estado é de até R$ 3,5 milhões para cada projeto. Desde a criação do programa, em 2017, foram firmados convênios para implantação de três restaurantes e reforma em outros 11, entre projetos concluídos, em andamento ou a iniciar. Os recursos destinados chegam a R$ 8,1 milhões.

CURITIBA - Em outubro de 2017, o Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, assinou um convênio com a Prefeitura de Curitiba para equipar e implantar o Restaurante Popular do Capanema e revitalizar outras quatro Unidades de Restaurantes Populares – Matriz, CIC, Sítio Cercado e Pinheirinho.

Com a inauguração do novo RP do Capanema, em janeiro de 2018, a prefeitura passou a fornecer 5,2 mil refeições diárias. O financiamento estadual para a unidade foi de R$ 935,7 mil, com uma contrapartida de R$ 30 mil do tesouro municipal. Atualmente, a população de Curitiba paga R$ 2 pela refeição.

Via: Redação/Agência de Noticias do Paraná - Foto: Divulgação 

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.