Reassentamento São Francisco recebe mais 13,3 km de calçamento com pedras poliédricas

Principal bacia leiteira de Cascavel, a região do Reassentamento São Francisco, no Distrito de São João do Oeste, ganhou mais um incentivo neste aniversário de Cascavel, nossa capital da produção. Ontem (12) o prefeito Leonaldo Paranhos e o secretário de Agricultura, Ney Haveroth, assinaram a ordem de serviço para o início das obras de adequação e de calçamento poliédrico do trecho de 13.375 metros. Esses 13,3 quilômetros completam os 4 km já implantados e ligam os moradores desde sede do reassentamento com calçamento de pedra irregular da rodovia BR-369 até a rodovia BR-277, ao lado do Show Rural.

"Esta não é uma reunião eleitoral. É de trabalho", disse o prefeito aos produtores rurais que prestigiaram o ato, lembrando o cumprindo o compromisso assumido com eles durante a campanha, quando "duvidavam que era possível fazer algo mais do que apenas cascalhar e patrolar".

A obra é parte do convênio entre o Município de Cascavel e a Itaipu Binacional e tem valor de R$ 2.958.236,00, com prazo de 1 ano e 4 meses para ser concluída. Ao todo, o convênio contempla 43 trechos de estradas rurais em todo o Município, no total R$ 26.619.297,10, com valor de R$ 12.580.938,12 da parte do Município e mais R$ 14.038.358,98 da Itaipu.

Serão executados 135.441,00 metros de adequação de estradas; 60.929,00 metros de cascalhamento de estradas; 98.926,00 de calçamento poliédrico nas estradas. O convênio conta ainda com 35 mil metros de obras complementares da Rota de Cicloturismo no Município.

Paranhos pediu que os vereadores também comparecessem para conversar com os agricultores, e explicou que para evitar perder a  contrapartida deste convênio que é fruto do esforço parlamentar do deputado federal Evandro Roman,  foi necessário recorrer a financiamentos e ao desprendimento do Legislativo, que abriu mão de fazer uma obra na Câmara de Vereadores para devolver aos cofres públicos cerca de R$ 3 milhões, que serão destinados  para completar a contrapartida.

"O interior não pode ser colocado na prateleira dos votos. Tem de ser colocado na prateleira da produção, pois é a nossa essência, nossa referência está na agricultura e o comércio também depende disso. E nossos parlamentares e vereadores entenderam isso. Estamos reformando escolas, unidades de saúde, trazendo veículos, investindo em cultura e esporte, além das estradas", citou Paranhos ao falar dos investimentos agregados às comunidades dos distritos. O prefeito também lembrou que o Município está investindo na aquisição de uma usina móvel e garantiu que um dos trechos de obras por meio dessa usina será a cobertura com massa asfáltica dos 4 km de pedra irregular já existentes no Reassentamento São Francisco.

Estradas beneficiadas, economia também
O Município de Cascavel, possui uma malha viária de estradas rurais de 3.435,36 km. Segundo o secretário de Agricultura, Ney Haveroth, obras de recuperação, adequação e pavimentação de estradas vicinais rurais visam garantir a trafegabilidade, o escoamento da produção agropecuária o ano todo, ainda a melhoria da qualidade de vida de toda a população rural. "Como benefícios espera-se melhor atender às demandas do setor agropecuário e da sociedade, junto com o Município, agilizar os serviços, otimizar custos, promovendo o desenvolvimento rural sustentável, visando à ampliação da produtividade, com a geração de emprego,  renda, divisas e o acesso da população rural aos bens e serviços públicos.

Cresol e Cooplaf
Ontem (12) também foi assinado o termo aditivo de autorização de uso a título precário entre o Município de Cascavel com a Cooperativa de Crédito Rural com Interação Solidária de Cascavel (Cresol). O convênio contempla um Veículo Palio FireEconomy -Ano/Modelo 2009/2010 e um microcomputador Intel.

A Autorização de uso para a Cresol visa disponibilizar bens para serem utilizados exclusivamente para o desenvolvimento das atividades de suporte, assistência técnica, orientação, incentivo à produção aos produtores rurais da Agricultura Familiar e fortalecimento das associações de produtores rurais da Agricultura Familiar no Município de Cascavel.

Com a Cooplaf (Cooperativa de Leite da Agricultura Familiar) foi assinado o termo aditivo de autorização de uso a título precário de duas motocicletas - Modelo NXR150 BROS - Ano/Modelo 2009/2009, um veículo camionete - Fiat/StradaFire Flex - Ano/Modelo 2009/2010; um caminhão agrale carga, com tanque acoplado para leite - ano/modelo 2010/2010; um Microcomputador Intel; um Notebook Acer; uma impressora Deskjet Multifuncional.

O objetivo é o desenvolvimento das atividades da cooperativa, oferecendo suporte na atividade da produção de leite, produzido pelos agricultores familiares associados.

Via: Redação/Portal do Município de Cascavel  - Foto: Divulgação 

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.