Quatro empresas são habilitadas em processo de concorrência para instalação em Núcleo Industrial de Cascavel

Na tarde desta quinta feira (13) foi realizada na sala de licitações do Departamento de Compras da Prefeitura de Cascavel, a abertura dos envelopes do processo de Concorrência Pública nº 10/2018 para a alienação de imóveis localizados em núcleos industriais do Município.

São mais oito áreas que variam entre 1.537 m² e 1.872 m² sendo comercializadas a um valor inicial de R$ 85,00 o m² e que ampliarão em mais 13 mil m² o Núcleo Industrial Allan Charles Padovani, localizado na rodovia BR-467, KM 10, saída para Toledo.

Os núcleos Industriais foram criados pelo município com o objetivo de incentivar a instalação de empresas e a geração de empregos e renda para a população. Para tanto, incentivos fiscais (isenção de impostos) e incentivos econômicos (alienação de terrenos) foram oferecidos através da lei 5.422/10, aos empresários para que se estabelecessem no município.

No dia 29 de maio deste ano ocorreu a habilitação das empresas. Onze participaram, mas apenas cinco foram habilitadas,e hoje (13) ocorreu a abertura dos envelopes das empresas habilitadas. Quatro delas foram vencedoras das áreas industriais.

Empresas vencedoras:

Suga Tec Industrial
Tureta Comércio de Calçados
Offmazo Ltda
D&K Serviços de Engenharia
Prazo recursal

"Agora inicia-se o prazo recursal de cinco dias. Se nenhuma empresa interpor recursos, as empresas assinarão contrato e tomarão posse dos imóveis para a construção das suas sedes.", explicou o Gerente de Fomento da Semdec ( Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo),Rafael Guimarães Amaral.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, João Alberto Soares de Andrade, disse à época que "a disputa pública está prevista no âmbito do Prodec (Programa de Desenvolvimento Econômico de Cascavel), regido pela Lei Municipal nº 5.422 de 2010 e regulamentado pela Lei Municipal nº 6.580 de 2016, observadas as disposições da Lei Federal nº 8.666 de 1993. "Estavam aptas a participar desta concorrência empresários do ramo industrial, comercial e de prestação de serviços que se enquadrassem nos critérios da lei e atendessem ao edital de licitação.

O julgamento das propostas foi feito pela Comissão Permanente de Licitação, sendo declarado licitante vencedor em cada item o interessado que apresentou a maior preço para o objeto "item" cotado, a partir dos preços mínimos estipulado no Anexo I do edital.

 João Alberto esclareceu ainda que os terrenos alienados serão destinados exclusivamente para o desenvolvimento econômico e empresas geradoras de emprego. Os imóveis não podem ser alienados ou locados pela empresa beneficiada antes de decorridos dez anos da lavratura da escritura pública de compra e venda. "E, mesmo após a venda, a finalidade industrial, comercial atacadista ou de prestação de serviços da área deverá ser mantida", complementou o secretário.

Via: Redação/Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.