No Oeste do Paraná, lideranças se reúnem para compartilhar experiências sobre Lei Geral da MPE

A reunião do Comitê Territorial dos Pequenos Negócios (CTPN) do Oeste contou com a presença de cerca de 60 pessoas, líderes regionais, no último dia 30, na Regional do Sebrae/PR, em Cascavel. O encontro possibilitou a troca de informações entre os seis Grupos de Trabalho (GTs) que integram o Comitê, além de oportunizar mais conhecimento sobre a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa e preparar os integrantes do Comitê do Oeste para evento estadual que acontece em Curitiba.

De acordo com a consultora do Sebrae/PR e gestora do Comitê Territorial de Pequenos Negócios do Oeste, Elisangela Rosa, cada GT trabalha especificamente um dos capítulos da Lei Geral. “Momentos de compartilhamento como estes são importantes para reforçar o CTPN como um todo. Integrados, os líderes sabem o que está acontecendo em âmbito geral não só em seus grupos. Além disso, as apresentações no evento regional serão levadas ao encontro estadual, de forma mais sucinta”, explica.

Ademir Pereira da Silva é líder do GT de Associativismo do CTPN e ficou entusiasmado em conhecer todas as ações de melhoria que já foram realizadas na região a partir das reuniões temáticas. “Foi muito interessante e importante saber o que os grupos estão fazendo. Isso demonstra o belo trabalho que vem sendo feito e como este trabalho está contribuindo de forma efetiva para o desenvolvimento e a evolução dos municípios da nossa região”, ressalta.

Na programação do encontro regional, cada GT apresentou tanto ações que já foram feitas a partir da discussão e aplicação da Lei Geral nos municípios do Oeste do Paraná, quanto ações planejadas, mas que ainda estão pendentes de execução. Marcelo de Amorim Oliveira, líder do GT de Simplificação e Desburocratização, acredita que ainda há muito o que ser feito para melhorar a exemplo do que foi apresentado no evento.

“Dois itens que, para mim, são muito importantes é fazer com que os municípios cumpram a Lei 147 e que haja a isenção de todas as taxas para o Microempreendedor Individual (MEI) - não só na abertura, mas durante o funcionamento do negócio. Além disso, marcamos como pontos a serem realizados, mobilizar as Salas do Empreendedor a utilizar a RedeSim, integrar serviços como SIEVISA e o RedeSim e incentivar municípios que ainda não têm, abrirem a Sala do Empreendedor”, aponta Marcelo.

Estado
Para o Encontro do Sistema de Melhoria de Ambiente de Negócios do Paraná, que acontece nos dias 12 e 13 de setembro em Curitiba, são esperados representantes dos 18 comitês territoriais do Estado. “Além de oficinas sobre as temáticas da Lei Geral, a programação do encontro estadual conta com um tempo específico para que cada Comitê Territorial possa compartilhar experiência e apresentar sugestões de melhorias”, destaca Elisangela Rosa.

Após o encontro estadual, a intenção é que os líderes retornem com novas pautas para ampliar as discussões no território: “Como vamos gerar ações de maior impacto no território e contribuir ainda mais com o desenvolvimento de nossa região? Cada GT faz sua parte em relação aos capítulos da legislação: simplificação e desburocratização, acesso ao crédito, acesso à inovação, compras governamentais, associativismo e educação empreendedora. Já unidos, dentro de uma abrangência maior que é o Comitê, as demandas tornam-se mais fortes”, indica a consultora.

Papel do líder
Segundo Cesar Rissete, gerente da Unidade de Ambiente e Negócios Empresariais do Sebrae/PR, que no encontro regional em Cascavel falou aos integrantes do CTPN sobre a importância dos pequenos negócios, o desenvolvimento de um território depende da capacidade de implementação das ações por parte dos líderes. “O Sebrae/PR auxilia na preparação de propostas, sugere ações, mas a implementação na prática depende dessas lideranças”, observa.

Desde que os Comitês Territoriais foram criados no Paraná, salienta Rissete, houve uma melhora no ambiente de negócios para as micro e pequenas empresas no Paraná. “Utilizamos algumas métricas para mensurar se esse esforço está trazendo resultado e, de fato, percebemos uma evolução. O índice de desenvolvimento e desempenho dos Comitês que, no ano passado estava em 3,5 (de zero a dez), no início deste ano foi para 7,6. O índice espelha se as ações propostas estão sendo realizadas”, indica.

Oeste
Dentre as propostas apresentadas pelos Grupos de Trabalho do Comitê Territorial dos Pequenos Negócios (CTPN) do Oeste estiveram as discussões sobre a aprovação da Lei de Inovação nos municípios, pelo GT de Inovação; a ampliação do atendimento da Fomento Paraná nos municípios pelo GT de Crédito; a maior participação das associações empresariais nos comitês gestores dos municípios pelo GT de Associativismo; dentre inúmeras outras.

Já o GT de Simplificação e Desburocratização mostrou que as Salas do Empreendedor já estão incluindo serviços como informações sobre orientação de crédito, compras e inovação aos empresários. O GT de compras, dentre várias discussões sobre os processos licitatórios, falou sobre o lançamento do Portal de Compras Territorial (oeste.comprapr.com.br) e os escritórios de compras públicas nos municípios, enquanto o GT de Educação Empreendedora mostrou, dentre várias ações, o mapeamento das atividades de educação empreendedora no território.


Via: Redação/Assessoria Sebrae/PR - Foto: Divulgação

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.