Força do handebol do Colégio Santa Maria é destaque nos Jogos Escolares da Juventude

A equipe de Handebol feminino do Colégio Santa Maria já provou sua força às equipes de seu estado nos Jogos Escolares do Paraná (JEPS), na categoria para alunos-atletas de 15 a 17 anos. Mas o merecido título paranaense agora está sendo colocado em prova para as próprias jogadoras, durante a fase regional 3 dos Jogos Escolares da Juventude, o torneio organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil.

Com a lesão de algumas atletas que participaram da campanha do título escolar estadual, conquistado na fase Final A dos JEPS, disputada em agosto, a equipe veio a Joinville com receio de não poder repetir a campanha realizada no município de Campo Mourão. Mas o que se vê até o momento na maior cidade do estado de Santa Catarina, é uma campanha excelente, com 100% de aproveitamento nos dois jogos disputados até o momento.

A estreia nos Jogos Escolares da Juventude aconteceu na quinta-feira com a vitória sobre a equipe do Colégio Raul Sans De Matos, do Mato Grosso do Sul, com um placar de 24x10 para as cascavelenses. A partida aconteceu no Expocenter Edmundo Doubrawa, onde foi montada uma arena específica para o Handebol, com duas quadras lado a lado.

O mesmo local foi o palco para a segunda vitória obtida pelas meninas do Colégio Santa Maria, desta vez sobre a Escola Bom Pastor, de Santa Catarina. O placar, finalizado em 20x12, poderia ser maior, caso a equipe não se poupasse visando o restante da competição, afinal não podem correr o risco de perder mais uma atleta por motivos de lesão, durante a disputa desta fase regional.

"Treinamos intensivamente após a disputa dos Jogos da Juventude do Paraná, o que nos proporcionou 9 treinos de bom nível, mas tivemos que fazer algumas alterações de última hora na equipe, devido a lesões de algumas atletas", explicou Marcos Galhardo, professor e técnico das meninas do Santa Maria, que também comentou o planejamento para o jogo deste sábado:

"O adversário de amanhã é muito duro! Para mim é, disparado, a melhor equipe da competição, o Rio de Janeiro, e vamos jogar para tentar ganhar. Mas se ver que não vai dar eu tiro o pé, para descansar para domingo quando vamos enfrentar Goiás. Aí teremos que vencê-las para se classificar, mesmo que seja em segundo", contou o professor, ciente de que o sacrifício da regional poderá ser recompensado na grande final nacional. "Se chegarmos à fase nacional, já conseguirei reforçar a equipe, pois até lá algumas atletas lesionadas já poderão voltar a jogar. Lá em Natal será uma outra competição!", concluiu Marcos.


Via: Redação/Vinicius Araujo - Foto: Divulgação/Vinicius Araujo

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.