Discussão da LDO prossegue nesta semana

Na noite da última quinta feira (6) o secretário de Planejamento e Gestão (Seplag), Edson Zorek, junto com sua equipe, realizou reunião com moradores e representantes das Associações de Moradores dos Distritos de Juvinópolis e Rio do Salto de Cascavel. Esta foi a primeira audiência pública do interior para discutir e apresentar os investimentos e gastos do município na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e LOA (Lei Orçamentária Anual). O próximo distrito a participar da discussão será o de Espigão Azul, cuja reunião acontecerá no dia 11 de setembro, às 19h.

"Toda população está convidada a participar desta importante discussão sobre os investimentos e gastos do Município para o ano de 2019 de forma transparente. Esta é uma gestão participativa e compartilhada. Participando das discussões as comunidades têm conhecimento de quais as ações que estamos estabelecendo e também para sabermos quais são os anseios desta população", destaco Zorek, lembrando que "o primeiro contato com a população, o Município fez com o Território Cidadão que é uma ferramenta fundamental, onde a comunidade repassa suas demandas e cada secretário responde, completando as ações".

Ao todo foram programadas seis audiências públicas, que até o ano passado eram realizadas na Prefeitura. Este ano, com a descentralização, a população está tendo a oportunidade de sugerir ações ao governo municipal. "Esse é o momento onde se apresentam as reivindicações e anseios e obras que realmente são importantes para cada comunidade. Com isso, em 2019 vamos ter a possibilidade de executá-las dentro de um planejamento e do orçamento previsto", explicou o Secretário Zorek.

Participação popular

Para Franciele Fausto, presidente da Associação de Moradores do Distrito do Rio do Salto, a audiência foi importante para "termos conhecimento sobre o que é a LDO e a Loa e também para sabermos no que será investida a verba do Município no ano que vem. Isso é muito importante para a comunidade. Temos varias demandas aqui no nosso Distrito como melhorias na pavimentação, melhoria nas estradas rurais, construção de CMEI, revitalização do campo de futebol, e este é o nosso momento de reivindicar".

Daniel Liberali, representante do Conselho Distrital disse que "é um momento de conquista porque a comunidade está bastante desligada do centro da cidade a gente percebe que estes encontros trazem melhorias e que eles estão ouvindo a voz da zona rural; a gente espera que este elo entre poder público e zona rural seja estreitado".

Tatiane da Costa Dalla Costa, presidente Associação Moradores do Distrito de Juvinópolis falou que "nunca tinha participado de uma audiência pública, é uma novidade, mas é de grande importância para a comunidade; precisamos muitas coisas, como estradas rurais, calçamento ou asfalto dentro do perímetro urbano do Distrito e as obras do ginásio de esportes que estão paradas há mais de quatro anos. Estamos muito distantes do centro da cidade e temos as nossas necessidades".

O prazo para encaminhar a LDO termina dia 30 de setembro, enquanto que a LOA poderá ser encaminhada até o dia 15 de novembro.

Calendário

A primeira Audiência Pública descentralizada foi realizada no Bairro Cancelli, em seguida no Jardim Universitário e, ainda na zona urbana , contemplando a divisão da cidade em seis regiões, o encontro acontecerá bairro Santa Cruz, no dia 10, às 19h30, na Escola Municipal, Maria Tereza de Abreu Figueiredo, Rua Xavantes,1.389. E, finalizando no Bairro Floresta, dia 12, às 19h, na Rua Condor, 499.

LDO/LOA

A LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) estabelece metas e prioridades para o ano seguinte e fixa o montante de recursos que o governo pretende economizar, traça regras, vedações e limites para as despesas dos Poderes, além de disciplinar o equilíbrio entre as receitas e as despesas, além de indicar prioridades; já LOA (Lei Orçamentária Anual) prevê as receitas e fixa as despesas públicas, para o  período de um exercício financeiro, respeitando o princípio  do equilíbrio fiscal.

A LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) estabelece metas e prioridades para o ano seguinte e fixa o montante de recursos que o governo pretende economizar, traça regras, vedações e limites para as despesas dos Poderes, além de disciplinar o equilíbrio entre as receitas e as despesas, além de indicar prioridades; já LOA (Lei Orçamentária Anual) prevê as receitas e fixa as despesas públicas, para o  período de um exercício financeiro, respeitando o princípio  do equilíbrio fiscal.

Via: Redação/Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação/Secom

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.