Café com Turismo marca os 50 anos da arte de Dirceu Rosa

Entre os dias 20 e 30 de setembro, no teatro Municipal de Cascavel, o artista plástico Dirceu Rosa, realizará uma mostra com 80 peças de seu acervo e fará o lançamento de seu segundo livro, o "50 anos criando com as mãos", com 228 páginas. A exposição ficará aberta ao público das 8h às 19h, com noite de autógrafos, no primeiro dia da mostra. Para marcar esta data, a Paraná Turismo, a AMIC e a Adetur, realizaram na manhã de hoje (11) um "Café com Turismo", na casa do artista, localizada na Avenida Brasil, 2445, no Bairro São Cristóvão.

Durante o café, o prefeito Leonaldo Paranhos, disse que "precisamos ter uma cidade bonita, para que as pessoas gostem daqui e queiram voltar; o cuidado e o sentimento de pertencimento precisam ser estimulados entre a população". Para Paranhos, "precisamos de movimentos culturais, abrir espaços para a cultura e é o que temos feito com a Feira do Teatro e a abertura do Estádio Olímpico para a população. Hoje 234 pessoas usam a academia do Estádio Olímpico e fazem caminhadas e exercícios físicos em um espaço que por décadas esteve fechado para o povo".

De acordo com o presidente da Paraná Turismo, Manoel Jacó Garcia Gimenes, é preciso explorar o potencial turístico que a residência de Dirceu Rosa oferece para o município de Cascavel. "Suas obras são conhecidas em todo país. Elas estão em mais de 350 igrejas do Paraná e do Brasil". Gimenes disse também que o Paraná tem "belos parques, cachoeiras, um litoral diferenciado, uma gastronomia forte e pujante, E aqui no Oeste, temos os municípios integrados em uma região chamada de 'Riquezas do Oeste'".

Segundo ele, entre estas riquezas, Cascavel conta não apenas com as belezas naturais, mas também com ao Lar das Artes, que é a casa de Dirceu Rosa. "Mas, para vermos este potencial temos que ter um olhar cultural e vocês tem o Dirceu Rosa. Mestre em escultura em madeira e fibra. E é diferenciado porque ele criou uma identidade com os dedos alongados. E vocês tem ainda, uma coisa muito difícil de encontrar no mundo: uma propriedade aberta para quem quiser visitar e conhecer o Lar das Artes, que é a casa de Dirceu Rosa, uma cachoeira cultural", finalizou.

Maior prazer
Dirceu Rosa disse que seu maior prazer é ver as pessoas apreciando sua arte. "Por isso minha casa está sempre aberta à visitação", disse o artista, lembrando que desde que chegou à Cascavel sonhava morar na avenida ou na BR. Não queria morar em uma rua escondida porque queria fazer uma casa que fosse turística. E acho que consegui", contou.

Participaram do Café com Turismo também o presidente da AMIC (Associação de Microempresas e Empresas de pequeno Porte do Oeste do Paraná), Celso Bevilacqua, o presidente do Convention Visitor Bureau, Luis Felipe Casagrande, o vereador Carlinhos de Oliveira e convidados.

Via: Redação/Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação/Secom

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.