Paranhos recebe zeladoras e orienta ação para pagamento direto dos salários

O prefeito Leonaldo Paranhos, junto com o procurador jurídico do Município, Luciano Braga Côrtes, recebeu na manhã de hoje (14) um grupo de zeladoras que atuam nas escolas e Cmeis da rede municipal de ensino de Cascavel por meio de terceirização, e que estão sem receber o salário referente ao mês de julho, que não foi repassado até o momento pela empresa RR Serviços. Elas fizeram um manifesto em frente ao Paço Municipal no início da manhã. O prefeito conversou com as zeladoras e explicou que o Município repassou o valor de R$ 421.663,03 referente ao contrato com empresa ainda no dia 25 de julho e, na sequência, recebeu a comissão e os representantes do sindicato da categoria no gabinete para discutir alternativas para solução do problema.

"Reconhecemos o direito ao acesso ao salário, à paralisação e somos solidários aos trabalhadores, pois prestam um serviço muito importante à Prefeitura e à população, por isso queremos uma solução o mais rápido possível", disse o prefeito que pediu, "de forma muito respeitosa", a possibilidade das trabalhadoras retornarem ao trabalho enquanto a Prefeitura e o sindicato agilizam os trâmites para a solução do impasse com a empresa.

Para que o problema não volte a se repetir, foi sugerido que o sindicato notifique a empresa judicialmente, solicitando que a Prefeitura faça os próximos pagamentos diretamente na conta dos trabalhadores e não mais via empresa. “Nosso Jurídico dará suporte ao jurídico do Sindicato para que possam agilizar esse encaminhamento", garantiu o prefeito.
Como as trabalhadoras manifestaram dificuldade de locomoção para voltar ao trabalho, por meio da ValeSim,o prefeito disse que será possível adiantar três dias de crédito no cartão de transporte coletivo para viabilizar o transporte até o fim desta semana, uma vez que a maioria das zeladoras disse o movimento tem objetivo de garantir direitos e não de prejudicar a comunidade.

Angela Maria de Oliveira, do Siemaco (Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio, Conservação, Limpeza Urbana, Ambiental, Áreas Verdes, Vias Rodoferroviárias e Similares de Cascavel e Região), disse que irá buscar, por meio do Ministério Público do Trabalho a mediação necessária para os pagamentos sejam efetuados o mais rápido possível e, a partir do próximo mês, direto na conta das trabalhadoras. "Vamos manter o estado de paralisação e, na medida do possível, quem puder irá voltar ao trabalho", assegurou.

Notificações
A Secretaria de Educação informou que todas as medidas judiciais de notificação já foram tomadas para que a empresa efetue o pagamento aos trabalhadores. Também foi encaminhado processo administrativo para que a situação seja regularizada. Nas escolas, os serviços estão sendo garantidos com pagamento emergencial de horas-extras às zeladoras efetivas.

A RR Serviços presta este serviço ao Município desde 2015 e possui,atualmente, 190 zeladoras trabalhado na rede municipal de educação. Esta é a primeira vez que ocorre este tipo de problema. De acordo com a fiscal de contrato Guiomar Padilha, "já ocorreram atrasos de até 48 horas no pagamento de vale-transporte e de vale-alimentação, contudo, o salário nunca havia sido pago com tamanho atraso".

Via: Redação/Portal do Município de Cascavel - Foto: Divulgação/Secom

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.