Cultura discutirá tarifas cobradas por aeroportos sobre obras de arte

A Comissão de Cultura realiza, nesta terça-feira (14), o quarto encontro do ano do "Expresso 168", com o tema "Aeroportos decretam o fim das ações culturais internacionais no Brasil ao impor novas taxas alfandegárias”.

O objetivo é discutir as mudanças adotadas pelas concessionárias dos aeroportos de Guarulhos, Viracopos e Galeão em relação às taxas de armazenagem de obras de arte e instrumentos musicais vindos do exterior (passaram a cobrar a tarifa de acordo com o valor de mercado da carga, e não pelo peso, como vinha ocorrendo).

Criado em 2013, o “Expresso 168” é um espaço permanente de fiscalização de políticas públicas e de diálogo com gestores, produtores e artistas. Segundo a presidente da comissão, deputada Raquel Muniz (PSD-MG), esses encontros já se tornaram parte integrante dos trabalhos que subsidiam a comissão.

Foram convidados para o debate:
- o diretor-presidente da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), José Ricardo Pataro Botelho de Queiroz;
- o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Marcelo Mattos Araujo;
- a presidente da Associação Nacional de Produtores Independentes de Artes Visuais, Ana Helena Curti;
- o diretor do Museu de Arte de São Paulo (Masp), Lucas Pessoa;
- o vice-presidente da Bienal de SP e diretor do Itaú Cultural, Eduardo Saron; e
- o diretor-presidente da concessionária GRU Airport, Gustavo Figueiredo.

O encontro está marcado para as 15 horas no plenário 10.

Via: Redação/Agência Câmara Notícias - Foto: Divulgação/Obra de Rob Gonsalves 

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.