Comissão de Educação entrega cartilha do Transporte Escolar rural na Zumbi dos Palmares

A Comissão Permanente de Educação da Câmara de Vereadores de Cascavel fez a entrega oficial de uma cartilha sobre o Transporte Escolar Rural no município. A ação foi realizada pelos vereadores Paulo Porto (PCdoB) e Carlinhos Oliveira (PSC), presidente e membro da Comissão, junto a equipe pedagógica e estudantes da Escola Municipal do Campo Zumbi dos Palmares e do Colégio Estadual do Campo Aprendendo com a Terra e com a Vida, que ficam localizados no Assentamento Valmir Mota.

A ideia da cartilha é deixar claras as regras desse serviço, de forma a permitir que alunos, pais de alunos e professores possam ajudar a fiscalização da qualidade desse tipo de transporte. Até um número de telefone é divulgado na cartilha, abrindo um canal de diálogo permanente com os usuários do serviço.

A diretora da Escola Zumbi dos Palmares, professora Maristela Solda, e a presidente do Conselho Escolar e membro do Comute (Conselho Municipal do Transporte Escolar), professora Vera Marcondes, prepararam uma recepção aos vereadores no intervalo das aulas, para a apresentação da cartilha aos alunos de educação infantil e do ensino fundamental. Maristela Solda lembra que todos os 110 alunos da escola são moradores do assentamento Valmir Mota, onde fica a escola, do pré assentamento Resistência Camponesa e do Acampamento 1º de Agosto, que ficam a 17 e a 6 quilômetros de distância da escola, respectivamente. “Transporte de qualidade é fundamental para que nossas crianças possam vir a escola todos os dias”, disse ao agradecer o trabalho da comissão. No entanto, ainda existem desafios a serem encarados pela comissão. Ela falou da necessidade de melhorar a qualidade das estradas rurais e de finalizar obras na escola. Esses relatos, anunciou, serão encaminhados oficialmente à comissão, pedindo a gestão política dos vereadores sobre essas demandas ao Executivo Municipal.

O diretor do colégio estadual, Gilson Gonçalves, destaca que esse tipo de ação assegura inclusive o comprometimento da comunidade com a fiscalização. O colégio, que existe oficialmente desde 2013, ainda está instalado em barracões de madeira. “Batalhamos todos os dias pelos nossos direitos e a educação de nossos adolescentes começa com um transporte de qualidade”, diz.

“A segurança de nossas crianças é que estará sob ameaça sempre que uma empresa ou um funcionário negligenciar os cuidados que esse tipo de serviço exige”, diz Paulo Porto ao explicar a necessidade de que toda a comunidade contribua com os esforços de fiscalização. Nos últimos anos a Comissão de Educação tem feito um intensivo trabalho político que resultou numa ampla revisão de valores, quilometragens e da nova licitação desses serviços. “Nossa comunidade precisa conhecer muito bem seus direitos para nos ajudar nos esforços para assegurar transporte de qualidade para nossos estudantes”, afirma.

Carlinhos Oliveira, ao falar com os estudantes e equipe da Zumbi dos Palmares, explicou que a cartilha tem papel fundamental na mobilização de toda a comunidade estudantil. “Bem informados, todos nos ajudam na fiscalização”, reitera. “As empresas tem obrigações previstas em contrato. E precisamos ficar atentos sempre para que cada uma dessas obrigações esteja adequadamente atendida”, explica.

Na cartilha, nove itens específicos do contrato de transporte escolar rural são destacados:

1 – Os motoristas devem estar uniformizados e com crachá de identificação

2 – Em dias de aula, os ônibus devem estar disponíveis e sempre na hora certa

3 – Se o ônibus quebrar, deve ser substituído por outro, mantendo a qualidade

4 – Os ônibus devem estar com a revisão em dia e com equipamentos de segurança

5 – Os ônibus são de uso exclusivo dos estudantes, salvo raras exceções, conforme contrato

6 – Todos os veículos devem ter selo atualizado de vistoria, emitido pela Cettrans

7 – Estudantes com necessidades especiais têm direito à frota adaptada

8 – A idade média dos veículos deve ser de 8 anos e a máxima, de 10 anos.

9 – Os ônibus devem estar identificados com o nome da linha percorrida

Na cartilha entregue à comunidade, a Comissão de Educação da Câmara explica que se algum desses itens não estiver sendo atendido ou no caso de qualquer outra irregularidade, é importante que estudantes, professores e pais de alunos notifiquem a comissão. As informações podem ser passadas pelo fone (45)3321-8812 ou pelo email cecd@camaracascavel.pr.gov.br

Via: Redação/Assessoria Paulo Porto/Claudemir Hauptmann - Foto: Claudemir Hauptmann

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão de fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: https://goo.gl/WjuzHP.

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.