Oeste do Paraná vai a Brasília tratar do desenvolvimento da região

O oeste paranaense foi pauta, nesta quinta-feira (20), de uma reunião na residência oficial entre o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia e representantes da região.

O deputado Evandro Roman, acompanhado dos prefeitos dos três maiores municípios da região, prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos, o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, o prefeito de Toledo, Lúcio de Marchi, além do presidente da Acic, Edson José de Vasconcelos, presidente da Cooperativa Lar, Irineu Rodrigues e o presidente do Programa Oeste em Desenvolvimento, Danilo Vendruscolo, encaminhou projetos de desenvolvimento da região como a construção da ponte Brasil-Paraguai por meio de recursos da Itaipu Binacional.

“Estamos buscando alternativas para garantir recursos com mais celeridade e tirar do papel obras que são fundamentais para o desenvolvimento da região, já que a construção da segunda ponte está travada justamente pela falta de recursos”, explicou Roman.

Durante a reunião com Maia, a comitiva apresentou todo o programa de desenvolvimento do oeste. O mesmo grupo foi ao ministério das Relações Exteriores tratar com o Embaixador Paulo Stivallet, Subsecretário-Geral da América Latina e Caribe, para pedir apoio institucional do órgão para as negociações entre os governos dos dois países responsáveis pela obra da segunda ponte.  “Foi um momento de suma importância estar com lideranças do Oeste para alinhar e defender as prioridades do bem coletivo da nossa região perante às autoridades em Brasília, e vale ressaltar: uma região muito forte, que sabe bem o que quer, além de impactar economicamente e socialmente no setor que produz”, afirma Danilo Vendruscolo, presidente do Programa Oeste em Desenvolvimento.

Outra pauta levadas pelos representantes oestinos foi a sanidade animal. Roman é coordenador de sanidade agropecuária da Frente Parlamentar da Agropecuária e defende o rigor na qualidade dos produtos. “A nossa região é uma das mais importantes do Brasil no que tange ao agronegócio. Sanidade é qualidade dos produtos, tranquilidade ao consumidor, garantia de exportação e de crescimento do setor”, concluiu o parlamentar.

Via: Redação/Contelle Assessoria de Comunicação - Foto: Divulgação 

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.