Demanda por atendimentos de saúde cresce em Cascavel e setor imobiliário está atento

Não é preciso circular muito para perceber que Cascavel virou um polo da área médica na região. Basta uma volta pelo Centro para notar o volume de pacientes que movimentam os hospitais, clínicas e laboratórios da cidade. Seja no sistema público ou pela rede particular, a necessidade de cuidar melhor do próprio corpo tem feito muita gente sair de seus municípios para buscar atendimento especializado em consultas, exames, tratamentos e cirurgias. E Cascavel, com quase 320 mil habitantes, vem se destacando nesse caso por possuir mais de 1.000 médicos das mais variadas especialidades, segundo o Conselho Regional de Medicina do Paraná. São dois cursos de graduação na cidade formando, anualmente, dezenas de novos profissionais da área médica, sem falar dos demais cursos universitários do setor de saúde que figuram entre os mais procurados pelos estudantes: farmácia, enfermagem, odontologia, fisioterapia, nutrição, fonoaudiologia, entre outros...

Uma localidade específica na área central de Cascavel acabou se transformando no “foco” dos empreendimentos particulares de saúde, mas com o crescimento da cidade muitos problemas surgem. Estacionar numa área médica, por exemplo, pode ser sinal de transtorno. O fluxo intenso de vans que trazem pacientes de outras cidades se soma ao fluxo cotidiano da frota de Cascavel que é cada vez mais crescente. Além disso, os terrenos e prédios disponíveis no entorno já não comportam tão bem a demanda. É por isso que a construção civil está tendo que acompanhar esse crescimento e pensar em alternativas mais facilitadas para quem quer fazer um investimento nessa área.

Exemplo disso é um empreendimento de alto padrão que está prestes a ser construído, numa área diferente da convencional, mas que não deixa de ser de fácil acesso para os pacientes. O local escolhido é a Rua Vicente Machado, nº 909, perto do Lago Municipal e da área militar, o que gera segurança e ainda uma rotina mais silenciosa. Numa área de 3.704,94m², vai ser levantado um prédio de oito pavimentos, além de solo e subsolo, todo voltado para o setor da saúde.

A ideia é atender uma das principais reinvindicações dos profissionais: espaço para trabalhar. Cada piso está projetado para ter 270m² de área útil comercial. “Uma sala como essa te dá muitas possiblidades de divisão. É possível comprar em duas pessoas, por exemplo, e fazer as divisórias como desejado, cada um com seu banheiro e suas repartições. Mesmo dividindo, cada um ainda fica com mais de 130m² para trabalhar. Ele pode dividir do que jeito que preferir”, explica Cletirio Ferreira Feistler, diretor da Feistler Engenharia, responsável pela obra, acrescentado que serão disponibilizadas 37 vagas de garagem para deixar o dia a dia de profissionais e pacientes mais fácil.

Via: Redação/Contelle Comunicação - Foto: Divulgação 

Envie para o nosso Whatsapp a sua sugestão, fotos ou videos, que a equipe nossa irá atender você. (45) 9.8812-8476 ou Entre no nosso grupo do WhatsApp: Cotidiano: https://goo.gl/WjuzHP - Esporte: https://goo.gl/cKu2dW

Postar um comentário:

Tecnologia do Blogger.